Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Senhor do Monte
Bia Nahas

O senhor do monte
Olha para o horizonte
E contempla, na sua solidão,
A cidade com angústia no coração.

O senhor distante e isolado
Sem ninguém ao seu lado
Se sente imprestável por ser idoso
E com saudade de ser um jovem moço.

O senhor, perto da montanha,
Espera sua vida acabar longe da atmosfera urbana.
Ninguém vai o visitar
Nem, ao menos, telefonar...

A sua casa está na margem
Da floresta que está no período de estiagem.
Por tanto tempo, as terras se veem descansadas
de chuvas, tempestades e trovoadas.

A floresta na seca
Está como esse senhor com uma venda
Porque se cegou para a vitalidade
E para qualquer outra possibilidade.

O senhor mira o Sol no horizonte
se assemelhando ao monte.
O Sol aquece a água do lago que às nuvens sobe sob vapor d`água
e quando a temperatura cai, a chuva tudo encharca....

O sol é o que faz secar.
O sol e o frio é o que faz chuviscar.
Em meio ao meu devaneio, eu me pergunto: o que poderia
ser o sol em mim que animaria e movimentaria o meu dia-a-dia?

O meu sol interno está querendo
Se libertar do meu preconceito
A mim mesmo
Condicionado pelo social tempo.

O idoso não é fadado
Ao descanso e isolamento.
O idoso não é castigado
A estar num período de sofrimento.

Por escolha, posso aqui morar
porque sempre foi meu sonhar...
Mas não preciso me prender
Naquilo que esperam de mim ver.

Sou livre. Meu limite
ninguém define.
Eu que preciso me conhecer
e ver até onde posso ir ou aprender.

O senhor do monte se despertou,
Não se isolou mais e à cidade, num fim de semana, ele viajou
Ao se libertar das crenças sem fundamento
Mesmo convivendo com aqueles cheios de preconceito.

Assim, o xingamento não chega a ser ofensa
Porque o senhor do tempo tirou a venda
Ao se conscientizar da sua real potencialidade
Negando as interferências tóxicas em sua identidade.


Biografia:
Oi, gente! Sou a Bia. Tenho 22 anos. Moro em São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. Quem quiser me conhecer, será um prazer. Mande um e-mail que eu respondo. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 98


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Graça e Beleza Bia Nahas
Poesias Princesa Sabrina Bia Nahas
Poesias Cântico aos Sereianos Bia Nahas
Poesias Sol No Olhar Bia Nahas
Poesias Celebrando Bia Nahas
Poesias Querida Jardineira Amiga Bia Nahas
Poesias Insistência ao Indivíduo Bia Nahas
Poesias Introspectiva Dança Bia Nahas
Poesias Mente Ciente - Poesia Concreta 1 Bia Nahas
Poesias Vendedora de Flores Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 310.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 62318 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53885 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42866 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39920 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 37778 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 37541 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 36921 Visitas
Amores! - 34975 Visitas
Desabafo - 34522 Visitas
Faça alguém feliz - 32945 Visitas

Páginas: Próxima Última