Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Diálogo entre o Ciúme e o Amor
Bia Nahas

Quando o ciúme diz ser o amor,
O amor se confunde não sabendo quem é.
Quando o amor se revela pelo sofrimento e a dor,
O ciúme altera o seu significado para o que bem quiser.

O ciúme é medo de perder
Por insegurança do ser,
pois a um rival se sente inferior
E por isso precisa controlar o seu querido amor.

Não se sente capaz
De manter uma relação na base da paz
Porque nunca foi bem ensinado
A como não manter pelo ciúme as pessoas do seu lado.

O amor fica confuso pela sociedade
O ver junto do ciúme para saber se é de verdade.
O amor num "eu te amo" parece até banalidade
Parecendo, sem o ciúme, não existir individualidade.

Se sem ciúme, é como não amar,
Então, o amor se põe a chorar
Pela dificuldade da sociedade o compreender
com uma essência que o faz único ser.

O amor é distinto
Pelo ciúme não ter sentido
Quando a confiança sustenta o amor
E proporciona dar maior razão à dor.

A confiança inserida numa trindade
possibilita que o amor saia da sua crise de identidade
E possa se sentir existindo
Mesmo numa cultura o denegrindo.

O amor se liberta
quando a confiança o revela
Como uma grande irmã mais velha
Porque só assim, ele nos eleva.

O amor percebe
Que com a confiança consegue
Fazer seu trabalho com ânimo
Pelo ciúme não ser visto mais como um sinônimo.

O ciúme envolve a competição
Da cultura capitalista em questão.
O ciúme envolve a falta de habilidade
De saber como manter um amor de verdade.

O amor envolve a confiança
Para equilibrar a balança.
O amor envolve o equilíbrio
Para que envolva a alma em brilho.

Os três encerram a conversa
com o ciúme refletindo quando se manifesta,
pois o medo da perda pode ser entendido, mas ao confiar, amenizado
e que como o amor não deve ser comparado nem estimulado.

O amor envolve confiança.
Se não, não adianta!
O amor não é sufocar a liberdade.
O amor é soma para a felicidade.


Biografia:
Oi, gente! Meu nome é beatriz nahas.Tenho 20 anos. Sou de São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. ´E só me pedir por email que será um prazer fazê-la. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 28609


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Sensível ao Teu Toque Bia Nahas
Poesias Mergulho em Mim Bia Nahas
Poesias A Perspectiva Bia Nahas
Poesias Vigilantes Amantes Bia Nahas
Poesias Borboleta Violeta Bia Nahas
Poesias Flor da Viúva Bia Nahas
Poesias Hábitos Ruins Bia Nahas
Poesias O Cavalo e sua Amiga Bia Nahas
Poesias Esperança de Criança Bia Nahas
Poesias Jornada das Pegadas Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 252.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 55130 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52834 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39179 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33965 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33257 Visitas
Amores! - 32621 Visitas
Desabafo - 32257 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31590 Visitas
Faça alguém feliz - 31164 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 31027 Visitas

Páginas: Próxima Última