Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Cadê você, Constância?
Existiria mudança sem a possibilidade de permanência?
Alice Silva

Passando a passarada
Pouso somente no poderem passar
Às pressas, pouco a pouco pressionando a mim..

Passam a todos instante,
Brilham e simplesmente se vão
E aí de mim, se quiser d'algum me apoderar..
São folhas de papel, correndo entre dois dedos
Que nem a juventude lhes pode alcançar..

Neste canto, as notas se alteram,
Vão e vem num constante retornar,
Mas aí do Desafino, deste sempre poderei relembrar..

Sem a eternidade nada de breve poderia haver
Sem a constância que rege a mudança,
De novo poderia assim ser
A fidelidade dá o tom
A mudança lhe acrescenta um acorde

Pode ser ele maior ou menor..


Biografia:
Alice Silva, 21 anos, cantar, ler e escrever, são como respirar.
Número de vezes que este texto foi lido: 31


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Ópio Alice Silva
Poesias Engasgo Alice Silva
Poesias Peste Alice Silva

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 41 até 43 de um total de 43.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Tem que Ganhar, hein? - Bia Nahas 2 Visitas
Vida de recruta - LUIZ CARLOS SOUZA SANTOS 2 Visitas

Páginas: Primeira Anterior