Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Você merece mais do que relações rasas
Pedro Brotto

As relações atuais estão cada vez mais superficiais e rasas, os valores se perderam. Depois de tanto tempo sendo adaptados, distorcidos eles sumiram.

       O que prevalece hoje são os desejos imediatos e a necessidade de supri-los o mais rápido possível. Não se sente mais, não se deseja conhecer a essência da alma, não se vive mais uma verdadeira relação.

     As pessoas se preocupam mais em poder contar qual o número de bocas beijadas em uma noite cheia de copos cheios e corações vazios, em manter o WhatsApp cheio de conversas onde praticamente todas não apresentam conteúdo, sentimento e por vezes nem respeito, porque o único objetivo em grande parte delas é a satisfação dos desejos e do ego. O ser humano tem evitado verdadeiras relações humanas e optado por no máximo viver casos rasos movidos por algo que eu nem sei explicar.

     Não se espera mais por nada, as formas mais puras de carinho são atropeladas e o que deveria ser base é ignorado..., mas está tudo bem né?! Tudo é adaptável, como em um jogo de tabuleiro peças são movimentadas e pronto, o problema está resolvido... Pessoas são substituídas, novos casos se iniciam e tudo certo. Realmente virou um jogo, não é?!

     Um jogo para demonstrar quem tem menos interesse, quem vai demorar mais para responder, qual é o mais desapegado e dessa forma permanecemos destruindo qualquer chance de tocar uma alma humana.... Sinceramente, não dá para viver assim, pelo menos pessoas maduras não se sujeitam a isso.

     Confesso que por algum tempo pertenci a essa geração de relações vazias, guiadas pela aparência onde fazia de tudo para evitar qualquer tipo de sentimento, mas com o tempo a gente amadurece. A gente compreende que quando nos conectamos com alguém devemos pelo menos tentar. A gente passa a entender que gostar de alguém e permitir-se estar em uma relação de corpo e alma não tira nossa independência e liberdade, a gente aprende que na realidade ninguém merece estar com alguém que não se entrega inteiramente e que busca apenas prazer. Quando despertamos real interesse em uma pessoa, é necessário um pouco de risco para saber até onde podemos ir. É exatamente por isso que ressalto a necessidade de antes de você permitir-se conhecer alguém, ter amor próprio acima de tudo e questões sentimentais bem resolvidas. Pessoas bem resolvidas sabem o que querem e apenas abrem espaço na sua vida para pessoas que realmente venham para somar e fazer diferença.

     Chega de relações absolutamente vazias, de acabar com relacionamentos pelo medo de permitir conhecer a essência de alguém, pelo medo de tocar uma alma humana, chega de errar e machucar pessoas ao ser frio e evitar todo tipo de demonstração de afeto e carinho. Me desculpe, mas aprendi por experiência própria que isso só me fará permanecer no mesmo lugar, dar voltas e continuar sem poder ter alguém para compartilhar a saudade no domingo à tarde. Aprendi que quando alguém realmente nos toca de forma diferente devemos tentar dar ao menos uma chance. É claro que não mergulhamos sem me preocupar, mas permita-se levar a relação para muito mais do que beijos quentes e noites de prazer. Criar momentos particulares os quais seja possível sentir o que realmente os conecta. Transcender a alma, conhecer e entender cada detalhe do que realmente causa um sentimento diferente... no início a gente não sabe exatamente o que sente, e por isso vem o medo, mas cara... eu posso não saber mas permito-me descobrir. Caso contrário vou viver com a eterna dúvida de até onde poderia ir ou como teria acontecido.

     Eu sei, criar sentimento por uma pessoa não é tão simples. Mas quando você tem uma energia diferente você sente. O fato é que você não escolhe, ninguém sai falando por aí: eu decidi gostar de fulano, ele é puro justamente pela naturalidade com que acontece, isso faz ser real. Por isso, permita-se descobrir, conhecer e explorar. Não seja raso, desculpe, mas não chegue à beira do mar para apenas molhar os pés. Vai adentrando, devagar, com calma.... Viva esse relacionamento, conheça, seja intenso e íntegro em cada encontro, cada momento, cada conversa, cada palavra.... Você é muito mais do que uma noite de prazer. Sente a conexão, aprecie o silêncio enquanto os corpos se aproximam é uma melodia, sente o perfume, repara na profundidade da troca de olhares, desvenda as curvas do corpo dela. Sempre que se trata de alguém especial seja totalmente você corpo e alma. Jamais sejas metade. Você não precisa entregar-se dessa forma com todas as pessoas é óbvio, mas permita viver essa intensidade com quem você sente emoções diferentes, e meu amigo se você gosta de alguém não tem essa de continuar com seus outros “contatinhos”, porque quando a gente gosta é um só sentimento, um só querer. Dá essa chance para o teu coração, se tiver medo vai com medo mesmo, se permitiu chegar até aqui porque não descobrir até onde vai? Sem pressa, vai com calma, mas vai! Se você for esperar toda segurança do mundo jamais vai mergulhar nesse mar de sentimentos que merece viver.

     Viva intensamente longas conversas, mesmo não sendo tudo o que se tenha, que seja praticamente tudo o que se procura. Sinta o frio na barriga que dura semanas, meses, e muitas vezes até anos. Frio que aparece só de cogitar a possibilidade de encontrar aquela pessoa. Aquela que só ela consegue causa-lo. Deixa para lá essa história de demonstrar desinteresse, esse papo de casualidade. Viva, sinta, sem pressão, cobranças ou falsas promessas, apenas permita-se ser presente de corpo e alma, as vezes mais corpo, outra mais alma, mas 100% você.

     Atração você pode sentir por qualquer corpinho bem embalado numa roupa, mas provar vibração de uma outra pessoa em sintonia com a sua é entender que pele com pele pode ser bom, mas alma com alma é surreal.

     Por: Pedro Brotto.
     

Número de vezes que este texto foi lido: 28947


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas Você merece mais do que relações rasas Pedro Brotto
Crônicas Desculpe a intensidade... Pedro Brotto
Crônicas Ei, nem sempre as coisas vão ser como você sonhou... Pedro Brotto


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66233 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55160 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43709 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43332 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42941 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40870 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39781 Visitas
Amores! - 38244 Visitas
Desabafo - 37486 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 37459 Visitas

Páginas: Próxima Última