Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
VERBAL
Paulo Sérgio Rosseto

A língua ávida passeia a cavalo
destemida e solta. Lambe
o pescoço em revista à bandeira;
atrevida ergue a face onde o dorso
curva perplexo pelo próprio beiral
sua confortável e certa trilha.
Pátria-palavra nada frívola
súbita conjunção que exulta
o mais nobre preceito verbal.

Amar é todo esse exercício
explicito de exuberância efêmera,
de um povo-poder evidente
incrível e intencional cabível.
Comove-se com a rude arte
faz parte desse ápice supremo
Imparcial inexato convincente;
convive com o sempre
envolto em um desafio real.

Do amor a língua por fim tritura
de forma ambígua e frugal.
Arrebata a criatura e a mente,
debela estruturas e intenções.
Desestrutura o secreto,
preconiza rupturas virais,
torna plausíveis as esperas,
entendimentos concretos,
possibilidades únicas do anormal.

Mesmo quem surja impróprio inviável
controvertido e estrábico contundente
de benevolência augusta improvável;
que apoie ao ócio entre o ópio e a pia
pelas risíveis manchas promíscuas nas vias -
também enxerga relevantes e indomáveis
imagens, registros de indecifráveis cores:
sentimos transpirar incontinente o ardor
que amarga e queima a verve da gente.


Biografia:
Paulo Sérgio Rosseto é poeta e administrador de empresas. Natural de Guraçai - SP, passou toda a adolescência e juventude em Três Lagoas/MS. Atualmente reside em Porto Seguro/Ba. Livros publicados: O SOL DA DOR DA TERRA, MEMORINHAS - POEMAS INFANTIS, ATO DE POEMA E UMA CANÇÃO, CRÔNICAS ABERTAS - Poemas e DOCES DOSES DE POESIA - Aldravias - 2018. VERSOS de VIDRO e AREIA - 2019.
Número de vezes que este texto foi lido: 28479


Outros títulos do mesmo autor

Poesias MELANCOLIA Paulo Sérgio Rosseto
Poesias MELANCOLIA Paulo Sérgio Rosseto
Poesias PASSAGEM Paulo Sérgio Rosseto
Poesias O QUE FAZEM ESSES HOMENS Paulo Sérgio Rosseto
Poesias EM CADA GOTA Paulo Sérgio Rosseto
Poesias POR TODOS OS LADOS Paulo Sérgio Rosseto
Poesias CHUVINHA Paulo Sérgio Rosseto
Poesias ARREPIAR Paulo Sérgio Rosseto
Poesias O FIM DE TODO MUNDO Paulo Sérgio Rosseto
Poesias BORBOLETA Paulo Sérgio Rosseto

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 71.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 32506 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 32373 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30152 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29149 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29107 Visitas
Amores! - 29081 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29080 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29075 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29066 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29061 Visitas

Páginas: Próxima Última