Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
TRAVESSURAS
manoel serrão da silveira lacerda

Era um terreiro. Era um quintal.
Era uma vida de correr e pular.
Era um belo lugar cheio de travessuras de empinar pipa e sonhar.
Assim, desde a minha infância, inda criança que se acreditava Deus:
Olho a vida pelo buraco da fechadura,
E não vejo o mundo sem (o) ferrolho na (im) porta (r).


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28940


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O "MITO" DA SECA [A SEXTA PARTE] manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ÓCIO manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ILHOSES manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ANTINOMIA manoel serrão da silveira lacerda

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 61 até 64 de um total de 64.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Cativar - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 117 Visitas
TEMPERATURA MÁXIMA - Alexsandre Soares de Lima 117 Visitas
Entender - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 117 Visitas
Diria - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 117 Visitas
Vencer - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 117 Visitas
Sátira - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 117 Visitas
RESISTIR - Alexsandre Soares de Lima 117 Visitas
Semear - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 117 Visitas
ESCREVER NÃO É FÁCIL - JOTA PRADO 117 Visitas
NÃO MATE SEUS SONHOS - Alexsandre Soares de Lima 117 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última