Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ALMA SOLITÁRIA
...
orivaldo grandizoli

Resumo:
...

Amor,
onde andas
que não acende a chama
de minha vela apagada?

Amor,
por quê me sinto esvaziado
como um balão
ao lado da estrada?

Amor,
rir ou chorar,
sentir a chuva cair
ou a lágrima do mar?

Amor,
repito e de novo amo
ou saio à janela
e pela solidão chamo?

Amor,
se tão bom é ao coração
por quê o sinto mudo
sem murmurar uma canção?

Amor,
escrevo e apago a poesia
ou a deixo ir
pela noite vazia?

Amor,
tantas perguntas,
será que gostas
ou o teu silêncio
é a evidente resposta?


Biografia:
Se a palavra vem da boca nasci quando a genealidade marcou touca e me pôs para cantar em voz rouca...
Número de vezes que este texto foi lido: 148


Outros títulos do mesmo autor

Poesias AMANHÃRRÃ orivaldo grandizoli
Poesias QUANDO EU VIM orivaldo grandizoli

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 2091 até 2092 de um total de 2092.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
Hebreus 2 - Versos 5 a 9 – P3 - John Owen 1 Visitas
O MUNDO CONECTADO - DIRCEU DETROZ 1 Visitas
Pano, linha, pano... - Sergio Ricardo Costa 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior