Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Amnésia
Ketelyn Elizabeth da Silva

Preciso esquecer!
Não aguento mais viver,
Te amando sem querer

Queria ter o poder de apagar
E não ter me envolvido
Ou então, voltar no tempo
Pra não ter me iludido

Me usa como coisa
Só faz me iludir
Ao invés de cortar pela base
Só aumenta a raiz

Pensei que fosse um amigo
Com quem eu podia contar
Mas agora que percebo,
Oq fez foi enganar

Nada tem sentidoj
Os juramentos ou promessas
Tudo foi em vão
Não passou de uma peça

Mesmo com tudo que aconteceu
E eu sendo um peso pra você
Quando precisar
não precisa se esconder

Pode chorar, desabafar
Conversar, Rir ou xingar
Não importa oq aconteça
No mesmo lugar eu vou estar

Foi bom enquanto durou
Porém não vou mais atrapalhar.
Da sua vida vou sumir
E não mais te atrasar

Agora me despeço
Mas faço um comentário
Se por um acaso, lembrar de mim
Lembra antes do meu aniversário...


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 304


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Arrependimento Ketelyn Elizabeth da Silva
Poesias Como Aconteceu... Ketelyn Elizabeth da Silva
Poesias Amnésia Ketelyn Elizabeth da Silva


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
Piscianas, as mulheres mais próximas dos sentimentos. - Nandoww 51060 Visitas
CULTURA AFRICANA E SUAS INFLUÊNCIAS NA CULTURA BRASILEIRA - Ismael Monteiro 50184 Visitas
CÉREBRO HUMANO - Tércio Sthal 47313 Visitas
Banco de Questões - China - Agrário Conrado 43717 Visitas
The crow - The Wiki World - The Crow 43063 Visitas
Banco de Questões - Japão - Agrário Conrado 41535 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 37915 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 36261 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 35297 Visitas
AS CLÁUSULAS PÉTREAS: INALTERÁVEIS ou NÃO ? - francisco carlos de aguiar neto 34306 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última