Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Por que estou fazendo isso?
Sibele Bosa

Hoje, obviamente acordei...não queria voltar para a velha rotina de trabalho. O sol que batia na janela e iluminava o quarto era um convite a levantar e fazer tudo diferente. Me arrastando fiz o que de praxe faço todas as manhãs. O dia estava bonito, o céu bem azul, do jeito que eu gosto, sem nuvens. Dia perfeito para se estar exatamente onde eu não estava.
Enquanto insisto em pisar no concreto meus pés clamam por um pouco de areia e água salgada. Dentro de mim vem uma vontade absurda de "sem querer" errar o caminho do trabalho e "sem querer" me perder em qualquer outro lugar, no meio da natureza,onde poderia de verdade me encontrar...Escuto o barulho de máquinas trabalhando, penso em como seria bom poder ouvir o som do mar. Todos os dias me pergunto por que estou fazendo isso? O que é preciso para tomar uma atitude e mudar tudo logo de uma vez? Por que nos habituamos tanto com algo que não gostamos e que não está nos fazendo bem?
Rotina, consumismo, trabalhar, ganhar dinheiro, dinheiro, e mais dinheiro. Será que a vida é só isso? Entramos em uma roda vida, em um ciclo que não conseguimos quebrar. O sistema nos passa uma falsa impressão de felicidade e de conforto. Para ser feliz preciso daquele carro, daquela roupa, daquela casa... O mais engraçado é que quando conquistamos tal objetivo nos sentimos vazios, sem vida, apenas sobrevivendo e nunca satisfeitos. Mudar, sair desse sistema manipulador, quebrar o ciclo é um trabalho árduo e lento, mas recompensador!
Escuto as histórias de pessoas que dizem ter abandonado tudo e agora vivem por aí viajando ou levando uma vida alternativa... Bom, pode ser que eles nos contem apenas os pontos positivos e talvez não seja bem o conto de fadas que idealizo em minha mente, porém prefiro VIVER como eles ao invés de apenas sobreviver como fazemos todos os dias, colocando nossa felicidade em um mero programa de TV ou em um hambúrguer de fast food.
Me veio agora um verso de uma música do Engenheiros na qual me identifico muito "Quando chego em casa do trabalho quase vivo". Vou começar minha mudança tentando, pelo menos, tirar o "quase" dessa frase.

Número de vezes que este texto foi lido: 46


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas Por que estou fazendo isso? Sibele Bosa


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
o perigo existe - ricardo fog 7 Visitas
Cotidiano - Europa Sanzio 7 Visitas
Sodoma E Gomorra - Antonio Carlos Ramos 6 Visitas
o misterio do homem de chapeú vermelho - marco antonio da silva 5 Visitas
- cecilio abilio chihuho 4 Visitas
Zeca - Vitor Gomes 4 Visitas
DIAGNÓSTICO - DIRCEU DETROZ 4 Visitas
Até que me dei amor - Paula 4 Visitas
Pra ti ler quando for mais velho - Paula 1 Visitas
Termina igual ao filme do Aronofsky - Paula 1 Visitas

Páginas: Primeira Anterior