Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
NA PORTA DA SUA CASA
...
orivaldo grandizoli

Resumo:
...

Na porta da sua casa passa um rio silencioso,
feito de miúdos versos, quase invisíveis, que te chamam,
desce e sabe que vai rumo ao último mar,
lança ondas que batem em tua janela
querendo te acordar,
a dança dos peixes espera por teus olhos,
suas íris cristalinas deixam ver o fundo,
quer levar seus problemas embora,
quer que navegue até encontrar a aurora
dos novos dias que virão,
o barco vem manso e chega à margem
à espera do teu coração...

Vem, chegue ao pórtico de tuas perguntas,
espreguice, o dia é dispendioso à noite que se foi,
as voltas que os pensamentos dão
um dia, de manso, te levarão
a questionar as fraturas do nosso tempo,
todos os juntos, os mansos, os ferozes,
os válidos, os inválidos,
eu, você,
cacos do mosaico divino a espelharmos o inefável,
ouça o silêncio do rio à tua porta,
acorde os nervos da tua floresta,
acorde as flores de tua aorta,
viveremos só o que presta,
o que há de feliz
de um modo inegável...


Biografia:
Se a palavra vem da boca nasci quando a genealidade marcou touca e me pôs para cantar em voz rouca...
Número de vezes que este texto foi lido: 33805


Outros títulos do mesmo autor

Poesias OI orivaldo grandizoli
Poesias AMANHÃRRÃ orivaldo grandizoli
Poesias QUANDO EU VIM orivaldo grandizoli

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 2241 até 2243 de um total de 2243.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
Tenha - Anderson C. D. de Oliveira 0 Visitas
frase 302 - Anderson C. D. de Oliveira 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior