Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Cristiane
Ayane Camila de Araújo Silva

"É de lágrimas que se cria um mar para navegar" Cristiane queria entender o que lia naquele outdoor, ou ela achava que era isso que estava escrito, naquele momento ela não sabia muito bem o que era ou não realidade. Ela não conseguia entender como podia navegar nas suas lágrimas, ela se imaginava como um barco encalhado e via todas as outras pessoas igualmente encalhadas, em uma ilha de inúmeras perdições, meio chatas na opinião de Cristiane. Até quem mais dizia ser feliz, mais esperto ou mais bonito, para Cristiane não se passava de uma pessoa como todas as outras, barcos encalhados.
Ela pensava que a dor e as lágrimas podiam ser uma maneira de voltar à alto mar, mas nem toda a dor do mundo é capaz de produzir tantas lágrimas, então ela imaginou que a frase podia ser algum tipo de frase motivacional, mas isso também não fazia muito sentido, não para Cristiane. Ela sabia que na situação em que se encontrava pensar só doía mais.
Então que Cristiane entendeu, tudo fazia sentindo agora. A magia da flor da vida, que se fecha e abre para quem acredita amar. Ninguém amava, Cristiane sabia que o amor era só mais um artifício para vender ou então um artifício para se beneficiar sem peso na consciência. As vezes as pessoas achavam mesmo que podiam amar, mas o ser humano jamais seria capaz de pensar em outra pessoa. Ela sabia que era por pensar assim que ela acabou naquele estado, com o braço dolorido e a cabeça latejando, ela se perguntava como seria quando descobrissem a furada que era o amor, ela não queria estar ali quando isso acontecesse. E então ela entende. Tudo fazia sentindo. Ah! O mar, as pessoas jamais sairiam da ilha até que abrissem seus olhos, o mar estava ali na frente pronto ela só precisava esquecer do barco na praia, se libertar das coisas que a faziam encalhar na ilha e ai, só depois disso, ela então estaria totalmente livre, livre para, finalmente, nadar no mar.


Biografia:
Escrevo sobre os sentimentos, jamais me julgue, jamais me limite.
Número de vezes que este texto foi lido: 28491


Outros títulos do mesmo autor

Contos Sol Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Ela Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Fernando Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Amor à primeira vista Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Marina Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Como a vida é Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Joana Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Cristiane Ayane Camila de Araújo Silva
Contos Mundo Ayane Camila de Araújo Silva


Publicações de número 1 até 9 de um total de 9.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 55550 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52848 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39198 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 34065 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33286 Visitas
Amores! - 32756 Visitas
Desabafo - 32360 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31604 Visitas
Faça alguém feliz - 31234 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 31040 Visitas

Páginas: Próxima Última