Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Quis o destino ...
johnmaker


Quis o destino que ela finalmente sucumbisse,
Como um naufrágio importunando lentamente
A pressa do meu oceano.
Que se arrebentasse, como uma vaga nas pedras,
E quebrasse sem resistência, como uma onda descontente,

Vergando em vão o mastro ressequido,
Onde secam, nos panos pertinentes,
As lagrimas do rosto que por acaso,
Tivessem sobrevivido aos lanços exauridos dessa afeição

Seguindo as rotas oceânicas levadas pela correnteza,
Junto aos restos flagelados pela sua passagem,
Sem nenhum sopro divino que empurrasse a vela
Com a devida compaixão.

Supondo que o meu amor lhe aclamasse,
E dela se enchesse de vida,
Não se importando mais
Em ter algum lugar onde aportar,

Lançando-me como louco, intrepidamente,
Revolto sobre os recifes,
Com a alma, ainda que partida,
Sendo o pouco que restou
Do casco de um navio que afundasse,

Abatido pelas recordações, e encalhasse
Se aconchegando indecentemente
ao fundo escuro do mar,
Angustiado sobre o lodo movediço,
E a intimidade do cascalho,

Onde a estranheza dos abismos de um mundo sombrio,
Nem mesmo a luz da existência deixa passar...
Enquanto tu desapareces igualmente,
No frio universo das profundezas, retorcida pela pressão,

Eu, morto de paixão, repouso meu corpo alquebrado,
Desfeito das feridas de seus desejos,
Enfastiado da mórbida tristeza,
Que finalmente aquietará meu coração.


https://www.youtube.com/watch?v=itKltuIx5fk





Só por amor, escolhe teu destino!
A tua vida merece ser ungida
pelas chances deste sentimento único e total.
Entrega tuas mágoas ao teu sonho
e sai por aí rimando a tua vida com felicidade.
Verás que em cada esquina há um motivo novo para sorrir.
Abre as portas da tua vida e deixe o amor entrar
e fazer bagunça no teu coração.
Entre no jogo e viva,
pois que não há alternativa mais sensata
do que se abrir para o mundo, livre, intenso,
sem medo de lágrimas, pelo prazer de ter uma vida.
Olhe o caminho que te espera.
Se não o vês, imagine e sonhe.
O teu sonho pulveriza os espinhos
e só o teu medo, este sim, insensato, pode te impedir de viver.
Abre o teu coração, pois que o amor anda por aí, zanzando,
te cercando, doidinho para pousar no teu caminho.
Só o amor semeia tuas conseqüências.
Nada paga um carinho despretensioso, imediato, espontâneo.
Nada paga... mas tem troco.
E o troco, contrariando todas as lógicas matemáticas,
pode ser bem maior que o teu próprio ato.
Mas, por amor não se espera recompensas.
Planta o teu verso sem esperar a rima alheia.
Planta teu jardim, mesmo que ainda não tenhas o vaso.
Semeie os teus grãos antes que a fome apareça.
Tu és o dono e o condutor de tua vida,
Ela é tua e cabe a ti, fundamentalmente a ti,
guiá-la pelos caminhos da felicidade.
Quantas vezes esta razão beirou a nossa vida?
A vida, esse espaço de tempo
entre o choro dos que chegam e o choro dos que ficam,
é muito importante para que a vejamos passar, fria, inconseqüente.
Ela é o nosso maior bem, repleta de todas as possibilidades.
Uma orquestra a espera de um maestro.
E tu deves ser o maestro da tua própria vida.
Ninguém tem o direito de arrebatar das tuas mãos
a batuta que há de reger a sinfonia da tua vida.
Tu é quem deves decidir.
E o que decidas, seja pelo amor!
Viver, para quem ama, é uma coisa tão sensacional,
tão maravilhosa, que esta lição cantada há milênios,
deve ser a única explicação lógica e plausível, para a vida.
E, mesmo que não seja a grande razão, por amor vale aceitá-la.
Só por amor vale a pena...


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28520


Outros títulos do mesmo autor

Poesias A Sombra e a Escuridão johnmaker
Poesias A Lenda dos Estigmas da Rosa de Azafrán. johnmaker
Poesias Ilusões johnmaker
Poesias A frase da tempestade johnmaker
Poesias Esculpida pelo inverno johnmaker

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 21 até 25 de um total de 25.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Um livro para leitores invisíveis - Roberto Queiroz 3 Visitas
Ser bom - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 3 Visitas
Era uma vez…. - BENEDITO JOSÉ CARDOSO 3 Visitas
Chinelos - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 1 Visitas
Céu celeste - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 0 Visitas
Sapatos - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior