Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Outro anencéfalo
Anencéfalo
JACQUES CALABIA LISBÔA

Resumo:
A casa inteira está quase toda adormecida. Em seu próprio laboratório um homem faz uma experiência. Existe dentro duma redoma toda feita de vidro outro anencéfalo pelo tempo envelhecido. O que o tal homem faz com aquele anencéfalo? Por qual razão está ali todo entubado? O fato é que quem faz a experiência é um médico. ---------------------------------------------------------------------------------

A casa inteira está quase toda adormecida.
Em seu próprio laboratório um homem faz uma experiência.
Existe dentro duma redoma toda feita de vidro
outro anencéfalo pelo tempo envelhecido.
O que o tal homem faz com aquele anencéfalo?
Por qual razão está ali todo entubado?
O fato é que quem faz a experiência é um médico.
Penso que o faz para matar o tédio.
O anencéfalo está ligado a tubo e vários fios.
O médico injeta por injeção um líquido em um dos tubos.
O líquido azulado vai descendo pelo tubo até chegar ao anencéfalo.
De repente, o anencéfalo abre os olhos vidrados.
A boca torta do anencéfalo emite um som estranho.
O corpo dele inteiro treme em seguidas convulsões.
Parece que o líquido azulado injetado fez efeito.
Aquele ser que não tem cérebro esta por fim gemendo.
Qual será a força que o mantém vivo?
Será que ela vem dos vários fios?
Não sei dizer.
Com ajuda de um bisturi o médico faz um corte.
Retira de dentro do anencéfalo um figado novo.
Acondiciona-o dentro duma caixa de isopor.
A seguir, costura com agulha fina o local da cirurgia
e de onde retirara o novo fígado do anencéfalo.
O anencéfalo fecha os olhos e parece adormecer.
_ A experiência de hoje deu certo...
Fala o médico ao seu assistente.
_ Leva o fígado ao nosso amigo...
O médico tira depressa o avental e as luvas sujas
e depois joga tudo dentro dum incinerador.
Lava bem punhos e mãos em uma água espumejante.
Já vestido com outras vestes manda o assistente
limpar tudo e fechar o laboratório.
O médico sai do laboratório e segue por um corredor.
Em outra sala ele telefona para alguém e diz:
_ Consegui outro fígado novo...
A voz do outro lado fala:_ Ótimo.
O médico desliga o telefone e dá o dia por ganho.
Dentro do laboratório o anencéfalo envelhecido
fica envolvido em tubos,fios e emergido num líquido.

                  ( J C L I S )

                    18/02/2016
Enviado por Jacques Calabia Lisbôa
Classificação de conteúdo: seguro

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Biografia:
Adoro escrever Sou poeta desde menino. Já li paraíso perdido de Milton, Os lusíadas de Camões,Poesia e prosa de Edgar Allan Poe. Minha auto biografia estará disponivel em breve.

Este texto é administrado por: Jacques Calabia Lisbôa
Número de vezes que este texto foi lido: 54818


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O Crime Escancarado JACQUES CALABIA LISBÔA
Crônicas O Outro anencéfalo JACQUES CALABIA LISBÔA

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 41 até 42 de um total de 42.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
DELINQUÊNCIA - Ivan de Oliveira Melo 54815 Visitas
TOLERÂNCIA - Ivan de Oliveira Melo 54815 Visitas
Mudanças - Edemir Oliveira Gomes 54815 Visitas
JOGO do NADA - Tânia Du Bois 54815 Visitas
Mulher de Malandro - Heleno Reis 54815 Visitas
SUJO DE ALEGRIA - orivaldo grandizoli 54815 Visitas
JUNTOS - orivaldo grandizoli 54815 Visitas
MESMO ASSIM TE AMAREI! - Alex de Imaruí 54815 Visitas
Prosa com gosto de poesia - Diogo Souza 54815 Visitas
QUEM TU ÉS? - Claudia Jeveaux Fim 54815 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última