Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Parabéns, Daniel Dantas!
O reflexo de um país injusto
Carlos Rogério Lima da Mota

Resumo:
Daniel Dantas, a comédia do ano! Quer rir? O que está esperando?

Queria dar os parabéns ao banqueiro Daniel Dantas. Ele conseguiu provar ao Brasil o quanto sua Justiça é célere, honrada e cortês com os criminosos de colarinho branco. Preso num dia, solto no outro; preso de novo e solto em seguida! Nunca na História desse País, parafraseando o matuto presidente Lula, o Supremo Tribunal Federal fizera tantas horas extras para que um gatuno pudesse dormir em sua casa, na própria cama, e risse tanto das leis brasileiras - vide Constituição Federal.

Gilmar Mendes, o presidente do STF, com a caneta em punho, fez valer apenas o seu poder como ministro e tirou da cadeia, sem maiores delongas, uma pobre vítima da sociedade, cujo crime, imaginem, foi assaltar os cofres públicos, levando milhões de reais à Suíça e tantos outros paraísos fiscais. Quanta mediocridade! Coisas parecidas e piores fizeram seus "compadres" e nada lhes aconteceu, pelo contrário, ganharam alguns minutos no Jornal Nacional, da Rede Globo, e se reelegeram deputados, senadores...



Mendes tem razão ao afirmar em sua decisão o quão não seria humilhada a pessoa pública de Dantas, se fotografada algemada, atrás das grades, comendo uma quentinha, dormindo em cima de um acolchoado cheirando à poeira e tomado pelas pulgas. Ele não merecia tal castigo, até porque, como diz a lei: todo mundo é inocente até prova em contrário - pena essa máxima jurídica ser restrita à elite!

Crime semelhante foi praticado por Maluf, Lalau, Pitta, os sete anões do orçamento, os mensaleiros e tantos outros... Se não foram condenados, por que ele deveria ser? Perseguição política avalizada pelo juiz da 6ª Vara Federal Criminal, Fausto Martin De Sanctis, que lhe mandou encarcerar duas vezes, ou mera coincidência do acaso? Ainda não se sabe! Uma coisa é certa: o que são dois ou três milhões para os cofres públicos? Basta ligarem as máquinas da Casa da Moeda, que essa migalha é fabricada em minutos... E quem paga a conta? Ah, amigos, nós, os brasileiros, os verdadeiros usurpados!

Se De Sanctis gosta mesmo de mandar prender, que prenda Salvatore Cacciola, o italiano que passou as férias em Mônaco à custa do dinheiro suado do povo brasileiro, porque prender por prender, não se faz Justiça. Aliás, até faz! Vejam, enquanto alguns privilegiados conseguem habeas-corpus no Supremo, outros, destituídos de real poder econômico, vão para cadeia a troco de bananas.

Lembram-se da mulher que roubou um pacote de arroz para sustentar os cinco filhos famintos e foi condenada a dois anos de reclusão? Ou do homem que voou no pescoço da atendente de um Posto de Saúde carioca ao perceber que seu filho morreria devido à morosidade de uma equipe médica? Eles sim, estão presos! Cometeram crimes graves contra a economia e a honra do País. Já Dantas, um homem estudado, confidente de ex-presidentes, amigo de Marcos Valério e tantas outras figuras exóticas do cenário nacional, não merece a cadeia. O que ele fez foi apenas o que aprendeu - e bem feito - com os tubarões de Brasília. Quem manda a dona de casa e o pai do menino possuir amigos pobres! Como castigo pelas "más companhias", passarão anos atrás das grades, sendo explorados por traficantes e assassinos impiedosos... Sem acesso ao STF, ao senhor Mendes e na mão de advogados de porta de cadeia, serão esquecidos para sempre! É o preço que pagam pelo anonimato e frágil influência política.

Um conselho para quem quer seguir a carreira criminosa: primeiro, fique amigo de um político; depois, troque figurinhas com ele; tenha acesso aos seus podres e ameace revelá-los à mídia! Antes que a ameaça seja efetivada, alguém irá procurá-lo com um bom "cale a boca" em mãos... Se virar amigo de um juiz de instância superiora, bem, aí você ganhará duas vezes na mega-sena. Se roubar, o juiz mandará soltá-lo, dizendo que apenas respeita a Constituição; se não roubar, terá a chave do cofre e um bom padrinho como fiel escudeiro. Se resolver se tornar amigo de um político e de um juiz ao mesmo tempo, aí, meu querido, é deitar na rede e sorrir... Você será o novo Sílvio Santos do Baú da Felicidade! E que Baú!

Conselhos que a dona de casa e o pai revoltado ignoraram... Mas que Dantas, antes mesmo de ser o banqueiro do Opportunity, aprendera com os amigos da capital da República. Isso é que é ser esperto! Merece mesmo o perdão do STF, o afago do presidente e o abraço dos milhões de reais surrupiados das contas públicas... Parabéns, Dantas!


Biografia:
Formado em Letras e em Educomunicação. Casado, 34 anos, 3 filhos. Colaborador de diversos órgãos midiáticos, sendo eles: YesMarília - (www.yesmarilia.com.br), parceiro da Globo.Com na cidade de Marília, interior de São Paulo, Jornal da Manhã de Marília e Revista Eletrônica Alô Ibiúna, de Ibiúna/SP. Pertence ao quadro de autores da Editora Virtual Usina de Letras (www.contosjuvenis.cjb.net), mantido pelo Sindicato de Escritores de Brasília, que conta, até o momento, com mais de 99 obras publicadas de sua autoria, em sua maioria, artigos e contos de suspense. Seu sonho é ser apenas FELIZ em vida, afinal, que autor consegue ser feliz ao ser incomodado o tempo todo por sua visão perspicaz e sensível de um mundo já torpe feito o atual? * Sites para os quais escreve: http://recantodasletras.uol.com.br/autores/carlosmota http://twitter.com/autorcarlosmota http://www.artigonal.com/find-articles.php?q=carlos+rogerio+lima+da+mota www.brasilwiki.com.br www.etextos.com.br www.contosjuvenis.cjb.net http://carlosmota.dihitt.com.br/ www.autores.com.br/carlosmota http://www.jornaldamanhamarilia.com.br/site/ver_noticia.aspx?CodNoticia=8298 http://www.diariodesorocaba.com.br/noticias/not.php?id=21168 http://www.talentos.wiki.br/post.php?id=14206 http://autorcarlosmota.blogs.sapo.pt http://contosjuvenis.weblog.com.pt/ http://literaturaperiferica.ning.com/profile/carlosmota
Número de vezes que este texto foi lido: 28530


Outros títulos do mesmo autor

Contos Redenção Carlos Rogério Lima da Mota
Crônicas Deus não existe! Carlos Rogério Lima da Mota
Crônicas Às moscas Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos Como construir leitores capazes de autoria? Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos A telenovela retrata o cotidiano Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos Colunista social português assassinado por suposto namorado Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos PORTUGAL À BEIRA DA BANCARROTA Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos AS ARMADILHAS DA LÍNGUA PORTUGUESA EUROPEIA Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos Alunos de escola de Cotia lançam livro coletivo Carlos Rogério Lima da Mota
Romance "OBSESSÃO..." - CAPÍTULO II Carlos Rogério Lima da Mota

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 21.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 64527 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 54300 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43152 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 42734 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 40804 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40232 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 37754 Visitas
Amores! - 35972 Visitas
Desabafo - 35381 Visitas
Faça alguém feliz - 33774 Visitas

Páginas: Próxima Última