Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Excerto de uma "loucabilidade"
Queóps

Resumo:
=

No revirar papéis amassados de meu avô, deparei-me com este, que intrigou-me em demasia.


A velha gorda era um destes tipos que eu reparara. De banhas que saltavam dos braços roliços desdobrando-se além do pano de cetim do vestido florido e de um chapéu com um laço demasiado extravagante no topo da cabeça; as dobras de sua pele exalavam um cheiro acre que enjoava-me o estômago: o total desleixo chegara ali. Ao vê-la, precipitei-me a imagina-la em um baile, daqueles dados em grandes salões, rodopiando por entre mesas, dando com algumas que desabavam sob o peso – e outras imagens começaram a pulular em minha mente. Mãos sujas de gordura e bocas brilhosas a devorar pedaços de carnes malcheirosas abarrotadas de vermes que dançavam ao som de todo os gemidos de prazer. Depois o prazer mórbido da prática proibida há milênios – a excitação com os seres ainda tenros. Gritos e risos de insanidade; pássaros que arrancavam os olhos de bebês chorões – malditos; o doce aroma da carne a fritar nas chapas quentes. Meu Deus! O que me acontecia? Eu não podia permiti-los acordarem – de maneira alguma eles tornariam à vida. Corri apressadamente pelo corredor, de volta à minha cabina, abri a porta de súbito, e pus-me a revirar a maleta apressadamente em busca deles. Onde estavam? As serpentes começavam a rasgar o colchão, mas cheiravam a. cheiravam... Cheiravam a amoras. Doces amoras. Começaram a desenhar círculos com o próprio corpo, e começaram a comer a si próprias. Vorazes!

Eu estava a alimentá-los – não podia permitir. Tornei a procurar na mala, e, lá no fundo, dentre maços de cigarros e balas, encontrei-os. Tratei logo do problema e sentei na cama resfolegante. Em poucos minutos apagara completamente, caindo num sono sem sonhos.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 33778


Outros títulos do mesmo autor

Romance Excerto de uma "loucabilidade" Queóps
Contos Outros vales Queóps


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
sei quem sou? - 33864 Visitas
Vivo com.. - 33856 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 33856 Visitas
eu sei quem sou - 33854 Visitas
MENINA - 33852 Visitas
O Senhor dos Sonhos - Sérgio Vale 33846 Visitas
O Cônego ou Metafísica do Estilo - Machado de Assis 33832 Visitas
PROJETO DE PESQUISA: HIPERATIVIDADE - Ismael Monteiro 33831 Visitas
O pseudodemocrático prêmio literário Portugal Telecom - R.Roldan-Roldan 33830 Visitas
Romance Histórico de Medicia atualizado 25/02/2010 - Wellington Antonio Doninelli Pereira 33827 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última