Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
CAD2
Engenharia Fora da Caixa

Tópicos sistemas CAD
O desenvolvimento tecnológico desempenhou um papel essencial em todos os domínios da atividade humana, em especial na engenharia, tanto na base para cálculos computacionais, como no que diz respeito à ferramentas de desenho técnico.
CAD é a sigla que vem do inglês para “Computer Aided Design”, o que significa em tradução livre, projeto ou desenho assistido por computador. Os sistemas CAD são um conjunto de programas computacionais que auxiliam engenheiros, técnicos, arquitetos, designs e projetistas na concepção, elaboração, especificação, análise e avaliação de seus produtos e peças. Tem por finalidade desenvolver projetos e desenhos no computador em substituição aos instrumentos tradicionais de desenho: régua, lápis, lapiseira, esquadro, compasso, etc.
No que diz respeito aos desenhos técnicos, estes programas possibilitam um alto grau de precisão, visualização e execução destes. Dispõem de recursos para projetos, edição, modificação, impressão e armazenamento totalmente diferente dos praticados antes da era digital.
A tecnologia CAD, associada com o CAE “Computer Aided Engineering”, traduzida livremente para, análise de engenharia assistida por computador, possibilitou a realização de testes e simulações na análise de diversos parâmetros dos projetos, principalmente na mecânica, onde é possível realizar simulações dinâmicas, análises de estruturas e tensões máximas, prevenção de falhas por fadiga, etc. Os sistemas CAD trouxeram um grande aumento de produtividade, pois aumentaram a rapidez no desenvolvimento dos projetos, diminuíram os erros, entre outros benefícios. O início dos sistemas CAD, se deu em 1957, pelo desenvolvimento do primeiro sistema de controle numérico comercial (CNC) o PRONTO, criado pelo Dr. Patrick Hanratty. No ano de 1960, o Dr. Ivan Sutherland criou no MIT o SKETCHPAD, que foi o precursor de todos os sistemas CAD atuais. Este sistema foi o primeiro a usar uma interface de usuário gráfica total. O usuário escrevia com uma caneta de luz em uma tela, com um referencial “x, y”, o que permitia o usuário desenhar e editar os objetos na tela.
No decorrer das décadas seguintes, vários outros sistemas foram desenvolvidos e aprimorados, chegando-se nos sistemas atuais. Dentro da mecânica, tanto na engenharia quanto na base técnica, dois programas que são utilizados são o AutoCAD, da empresa Autodesk, usado principalmente para a modelagem de desenhos em duas dimensões (2D), mas que tem ganhado forças também na modelagem de desenhos tridimensionais (3D), e o programa SolidWorks, da empresa Dassault Systems, sendo aplicado dentro da mecânica na modelagem de peças tridimensionais, e também na simulação e análise de conjuntos mecânicos.
A interface e manuseio destes programas são bastante intuitivas, o que facilita o aprendizado de novos usuários. O AutoCAD é um software CAD que não é orientado a uma área específica, podendo ser utilizado na área da mecânica, civil, arquitetura, entre outras. É um programa que permite ao usuário trabalhar no ambiente 2D e 3D, no ambiente 2D de trabalho, o usuário deve utilizar o plano x, y, como referência para seus desenhos ou coordenadas. A geometria bidirecional, caso se procure uma modelagem 3D, é atribuída a coordenada z, que é normal ao plano x, y, logo através de recursos de ressaltos e extrusões, ocorre a modelagem sólida em 3D.
Antes de se começar a elaboração de um projeto no AutoCAD, o usuário deve configurar o programa para que este se adeque as necessidades dele. Como este é um software bastante completo, muitas vezes apresenta funções as quais não serão necessárias para determinado projeto, logo com a configuração da área de trabalho do programa, há uma melhora na eficiência e agilidade na hora de projetar. São exemplos dessas configurações: a escolha da cor de fundo do programa, das unidades que serão trabalhadas, das abas e painéis de comando, entre outras configurações.
Uma vez adequada a área de trabalho do programa, parte-se para o desenho propriamente dito. Existem diversos comandos básicos de desenho, como: linha, círculo, arcos, entre outros. Para se acessar e executar tais comandos o usuário deverá utilizar o teclado ou o mouse para selecionar o comando desejado, então seguir as instruções de cada um deles acompanhando a linha de comandos, local onde todos os comandos executados no programa são armazenados.
O programa conta também com ferramentas de edição e modificação de desenhos executados, o que facilita a vida do projetista quando este comete algum engano durante a confecção do desenho. Uma vez pronto o desenho o usuário deverá configurar a aba de impressão, através do comando de plotagem. Por este comando pode-se configurar diferentes tipos de impressão, em diferentes tamanhos de papéis, conforme for o mais adequado para o projeto ou mesmo salvar cópias digitais no formato utilizado no programa ou em impressões digitais (PDF).
O AutoCAD é um programa versátil, realizando projetos em duas e até três dimensões. Outro software utilizado na mecânica é o SolidWorks. Este programa é muito aplicado à modelagens tridimensionais de peças e conjuntos. Da mesma forma que o AutoCAD, é necessário que o usuário configure a área de trabalho inicialmente, para adequar o programa às suas necessidades. Após esta configuração, o programa demonstra uma interface muito intuitiva, o que agrada a muitos usuários. O programa trabalha com uma sequência de esboços, onde uma das vistas da peça é realizada em um plano e logo em seguida se aplicam recursos para a formação tridimensional do objeto. Esses recursos adicionam ou removem material na direção perpendicular à área formada no esboço. Com outros recursos de edição, para se aparar cantos ativos, suavizar contornos, entre outros, o projetista pode obter uma perspectiva tridimensional do projeto.
O SolidWorks também conta com ferramentas de montagem de conjuntos, onde é possível rodar simulações dinâmicas do projeto e prever possíveis falhas de construção. Conta também com uma grande biblioteca de materiais e suas propriedades, as quais podem ser utilizadas para serem aplicas as peças projetadas e em seguida analisadas quando a esforços solicitados na peça, pontos de concentração de tensões, entre outras análises.
Além do AutoCAD e SolidWorks outros sistemas CAD também são utilizados na indústria metal mecânica, existindo uma grande variedade destes e suas aplicações. Algumas empresas elaboram softwares específicos para se adequar ao seu processo produtivo, aumentando e muito a eficiência deste.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28507


Outros títulos do mesmo autor

Artigos CAD2 Engenharia Fora da Caixa
Artigos CAD1 Engenharia Fora da Caixa
Artigos Sólidos Engenharia Fora da Caixa
Artigos Descobrindo o Tratamento térmico Engenharia Fora da Caixa
Artigos Por dentro da MecFLu Engenharia Fora da Caixa
Artigos Projetar mecanicamente Engenharia Fora da Caixa
Artigos Desenhos Mecânicos Engenharia Fora da Caixa
Resenhas Tolerância Engenharia Fora da Caixa
Resenhas Por dentro da Metrologia Engenharia Fora da Caixa


Publicações de número 1 até 9 de um total de 9.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
ANDAR - BENEDITO JOSÉ CARDOSO 0 Visitas
A saúde pública no Brasil - Simone Silva 0 Visitas
Atrás do vento - Roni Fernandes 0 Visitas
Saúde Coletiva x Saúde Pública - Simone Silva 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior