Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
É Tarde?
Bia Nahas

Eu sigo junto ao relógio.
Escuto um som me dizendo que ainda é tempo.
Os segundos não param
Numa velocidade constante.
Escuto um som que diz para eu ver
Que ainda há tempo
Para meus sonhos na minha vida
Serem realizados ou mudados.
Isso depende de mim.
Quando pensar que é tarde demais,
Me lembrarei do compasso de um relógio em minha cabeça
Me lembrando de como um segundo novo sempre vem...
Não quero me comprometer
Porque o Sol pode explodir em qualquer momento
E aí, vai ser um adeus temporário
Já que o Espírito pode ter outras vidas em outros planetas
Nos mostrando que o tempo ao Espírito
Não é um empecilho, não é um obstáculo.
Talvez o que possa ser um obstáculo é pensarmos,
Ignorando o som do relógio na nossa cabeça marcando o tempo constantemente,
Que simplesmente é tarde demais
E que então o melhor talvez seja desistir
porque não se é capaz de algumas coisas conseguir.
Scripts da vida para todos não existem.
Se existem, podem não nos trazer a felicidade.
Não nos traz uma felicidade e sim, um alívio
Pensar que o tempo é infinito e aliado nosso.
Qual é a nossa relação com o tempo e a nossa vida?
Como eu me vejo em cada segundo novo?
São perguntas importantes
Porque o único "roteiro" que podemos confiar
É o da nossa alma.


Biografia:
Oi, gente! Sou a Bia. Tenho 22 anos. Moro em São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. Quem quiser me conhecer, será um prazer. Mande um e-mail que eu respondo. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 33874


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Recuo da Solidão Bia Nahas
Poesias Vem Com Tudo Bia Nahas
Poesias Batida Contínua Bia Nahas
Poesias Granizo Bia Nahas
Poesias Trem da Loucura Bia Nahas
Poesias Arrepio de Prazer Bia Nahas
Poesias É Tarde? Bia Nahas
Poesias Caladas Falem Bia Nahas
Poesias Autossabotagem Bia Nahas
Poesias Inocência Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 351.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76074 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62029 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50283 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50047 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49612 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49274 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48985 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48811 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48792 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48238 Visitas

Páginas: Próxima Última