Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O poema que não fiz
Bhall Marcos

Poderia ter pedido
    pra pararem
      que eu confessaria
            ser poeta

Diria ainda que
   cada manhã que nasce
      me nasce uma rosa
            na face

Poderia ter pedido
    pra pararem
      que novamente
      confessaria ser poeta

E que só o meu amor
   era meu deus
      eu era seu profeta

Mas Leminski
       o fez
        antes de mim.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 29257


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Crime organizado Bhall Marcos
Poesias Estátua Bhall Marcos
Poesias Ela não veio Bhall Marcos
Artigos As duas faces Bhall Marcos
Poesias Da janela do ônibus Bhall Marcos
Poesias O poema que não fiz Bhall Marcos
Poesias RAP(volução) Bhall Marcos


Publicações de número 1 até 7 de um total de 7.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
A depressão se vive só - Dauniane Oliveira 645 Visitas
Eternas aventuras de meninos - Caliel Alves dos Santos 645 Visitas
Como Trabalhar em Casa Nesta Crise, - Antonio 642 Visitas
Doença - Leão no Oceano 641 Visitas
Olá, estou urgentemente precisando ganhar dinheiro - Antonio 637 Visitas
ESTRADA DE AÇO 14 NOVEL LIVRE 12 ANOS - paulo azambuja 634 Visitas
Existência - Patrícia Rodrigues 634 Visitas
TORMENTA - Flora Fernweh 633 Visitas
O PARTO - Ivan de Oliveira Melo 633 Visitas
I N C Ó G N I T O - EMANNUEL ISAC 631 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última